TRIXTER - Tattoos & Misery

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/05/trixter-tattoos-misery.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=hjtDEYmoKcsendofvid[starttext]O Trixter foi um dos últimos suspiros do Glam Rock nos anos 80. Esta banda de New Jersey conseguiu uma ascensão meteórica, assim como uma queda vertiginosa em seguida.

A formação da banda era Peter Loran, Steve Brown, P.J. Farley e Mark “Gus” Scott.

A gravadora MCA resolveu investir no quarteto que fazia um pop rock adocicado que ao vivo se tornava pesado e violento.

Esses quatro adolescentes conseguiram emplacar três hits de seu aclamado 1º disco, que vendeu 1 milhão e meio de cópias, rendendo álbuns de ouro e platina. Os hits “One in a Million” e “Give It To Me Good” colocaram a banda entre as prediletas da audiência da MTV americana.

A banda fez shows no Canada e Japão além dos Estados Unidos. Suas platéias variavam entre 10.000 e 30.000 pessoas, graças a grandes nomes do rock que estavam sempre junto deles em suas turnês, caso de Scorpions, Kiss e Van Halen.

Em 92, a banda soltaria o álbum “Hear” que trazia a excelente “Nobody’s Hero”. O disco deu uma esfriada nos ânimos da banda que não estava mais em evidência, já que a mídia estava mudando a capital do rock americano de Los Angeles para Seattle. Seguiu-se uma pequena turnê que não foi muito comentada e nem apreciada pelo público.

Em 94, eles resolvem lançar um álbum só de covers batizado de “Undercovers” que saiu pelo selo Backstreet Records.

Dali em diante a banda caiu mais ainda, vivendo apenas do prestígio conseguido no início dos anos 90.

fonte: last fm

Antes de falar alguma coisa sobre a banda, gostaria de enfatizar o grande trabalho da gravadora Italiana Frontiers Records, por trazer de volta o Hard Rock, várias bandas clássicas lançando álbuns novos em contrato com eles, e uma delas é o Trixter, a banda é pouco conhecida, fez algum sucesso no no fim da segunda era do Hard Rock, que foi nos anos 80, o som é aquele Hard Pop bem ao estilo Bon Jovi, mas é bom, só para lembrar que o Hard Rock está com força e vivemos a terceira era do estilo, com grandes e clássicas e grandes e modernas.
[endtext]

4 comentários:

Larissa disse...

Eu curto mais rock indie tipo:Keane, travis...mas o som é legal.

Marília disse...

Amo Hard Rock, fico feliz com isso.

Ana Lucia Nicolau disse...

é, essa banda é boa,pena que "caiu" do gosto do publico e parou de produzir musicas novas...

palavras ao vento disse...

não conhecia a banda...som legal...

Postar um comentário

 
Real Time Analytics