RAIMUNDOS - Andar Na Pedra

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/06/raimundos-andar-na-pedra.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=BptoB4nQpjkendofvid[starttext]Raimundos é uma banda brasileira de e , formada na cidade de Brasília em 1987. O nome deriva de sua maior influência, o Ramones, e faz uma analogia com sua origem nordestina. Na formação original estão Rodolfo (vocal), Digão (guitarra), Canisso (baixo) e Fred (bateria). Seu primeiro álbum, lançado em 1994, revolucionou o rock nacional, sendo a primeira banda a atingir disco de ouro com um selo independente (Banguela Records).

Conseguiram contrato com uma major (Warner), e a partir daí, foi sucesso atrás de sucesso, hit atrás de hit, grandes festivais, dividindo palco com bandas do naipe de Ramones, Sepultura e Iron Maiden. Em 1995 lançaram Lavô tá novo, que com o metal de Eu quero ver o oco e a balada-punk I saw you saying, vendeu até virar disco de platina. No fim de 1996, para o Natal, lançaram Cesta Básica: um box contendo CD, VHS e revista em quadrinhos. O VHS contava a trajetória da banda até aquele momento, com imagens de viagens e shows como o Monsters of Rock. No cd continha três músicas inéditas, 2 covers, uma regravação e 4 faixas ao vivo no Hollywood Rock.

Em 1998 lançam Lapadas do Povo, considerado álbum mais pesado da banda. Andar na Pedra, seu primeiro single, desce a ladeira e abre alas para as pancadas que viriam em seguida. Na turnê deste album, Baile Funky abre os shows, talvez uma das músicas mais pesadas e politizadas da banda.

Só no forévis é lançado em 1999 e o Raimundos ganha a massa. O álbum que gerou uma super-exposição e consequente desgaste da banda. Mulher de fases era cantada por pagodeiros e sertanejos, ninguém entendeu a crítica em A mais pedida e, o ska de Me lambe, mais o rock-pop de Aquela contribuíram para a popularização exacerbada da banda. Pouca gente percebeu músicas como Mato véio e Deixa eu falar, que mostravam uma lado mais maduro da banda. Com o sucesso, a banda participou da trilha sonora brasileira de Mission Impossible 2 - gravando a porrada Give my bullet back -, cd que contava com bandas como Metallica e Foo Fighters.

Em 2000 lançam um álbum ao vivo duplo seguido de DVD, abrindo a série “Mtv ao vivo” da emissora. Mais um sucesso de vendas, porém, com Deixa eu falar e Reggae do manero escolhidas pela gravadora na divulgação do álbum, o desgaste da banda aumentou, pois Rodolfo queria Bonita e 20 poucos anos. No final da turnê Mtv ao vivo Rodolfo deixa a banda alegando novos ideais de vida, incompatíveis com a vida no Raimundos. O então vocalista entrou para o mundo das igrejas evangélicas, mundo este distante da realidade da banda.

Após sua saída o Raimundos lançou 2 álbuns, aparentemente para cumprir o contrato vigente com a gravadora da época: Éramos 4 (em 2001) - que conta com 10 faixas ao vivo de covers do Ramones, gravadas no show de aniversário da rádio 89, com Marky Ramone na bateria - e KavooKavala (2002), com Digão nos vocais e Marquinho (novo integrante) assumindo as guitarras. A banda tentou voltar forte, com a porrada Fique! Fique!, que não pegou. As radiofônicas Joey - que também ganhou videoclipe -, Vento Certo e Princesinha se quer foram trabalhadas. Mesmo sendo um ótimo álbum, KavooKavala foi deixado de lado pela gravadora, quase como um boicote, não tendo a atenção merecida, pois no mesmo período - e pelo mesmo motivo - Rodolfo havia lançado 2 álbuns com sua nova banda - que levava seu apelido - Rodox.

Com os empecilhos que impediam o sucesso do KavooKavala, e após divergências com Fred, Canisso deixou o Raimundos ainda em 2002. Após um período afastado da música foi convidado por Rodolfo para substituir Patrick Laplan, integrando o Rodox durante a turnê do seu segundo álbum. Ao fim do contrato com a gravadora, Rodox acabou, novamente por incompatibilidade de ideais entre Rodolfo e banda. Em 2006 Rodolfo lançou seu primeiro álbum solo: Santidade ao Senhor. Em 2007 lançou “Enquanto é dia”, e hoje atua como pregador evangélico dando seu testemunho pelo país afora.

Para o lugar de Canisso foi chamado um velho amigo da banda: Alf, do Rumbora. Em 2005, já sem gravadora a banda formada por Digão, Marquinho, Alf e Fred, lançou um Ep virtual chamado “Ponto qualquer coisa” - com direito a ‘hot site’ na página da MTV, onde a banda mostra o mesmo som de sempre, mas dá um passo atrás nas letras. O trabalho rendeu o último videoclipe da banda, “Sol e lua”. Sem qualquer repercussão, o Ep foi um fiasco.

No meio de 2007 a banda tem mais baixas: Alf e Fred saem simultaneamente com o retorno de Canisso, que estava tocando guitarra no Quebraqueixo. Para o lugar de Fred é chamado Caio, antigo conhecido da banda, que tocava em bandas underground de Brasília, incluindo o projeto paralelo de Digão, Dr Madeira. Hoje, Fred e Alf tocam seu novo projeto: Supergalo. Com a volta de Canisso voltou também Guiminha, antigo técnico de som da banda. “Essa banda tá mais completa hoje do que quando eu saí!”, afirma Canisso.

Digão passou um período se dedicando a outro um projeto paralelo - Denis e Digão, uma espécie de rock brega de viola, que não vingou até hoje. Telo, um dos principais letristas da história da banda, fez um certo lobby para sua entrada na banda como vocalista, mas o Raimundos segue com Digão, Marquin, Canisso e Caio. A banda, em sua formação original, se encontrou no velório do pai do Rodolfo, seu Manoel, em agosto passado de 2008.

O ano de 2008 marcou os 20 anos da banda. Canisso prometeu material comemorativo: “Não vai passar batido!”, disse. Mas passou e os fãs continuam esperando. Em 2010, após forte lobby, Tico Santa Cruz (Detonautas) conseguiu espaço nos vocais da banda para apenas alguns shows, em uma espécie de estratégia caça-níqueis, onde os dois lados seriam favorecidos.

No dia 26 de maio de 2011 a banda lança Roda Viva (em CD e DVD), a segunda obra ao vivo da sua discografia, gravado em um show realizado no Kazebre, em São Paulo. A tracklist celebra todas as fases da banda, conta com a inédita Jaws e Macaxeira (que houvera sido lançada apenas virtualmente no EP “Ponto qualquer coisa”) e também faixas do KavooKavala, como Fique! Fique!, Mas vó, Baixo calão e a faixa título. O ponto baixo é a falta de qualquer música do excelente Lapadas do Povo.

A banda segue em turnê para que dentro dos próximos 2 anos possa se reunir em estúdio e lançar um novo álbum, apenas com inéditas.

Não foi nada fácil a escolha da música deles para entrar aqui, eles ainda estão na ativa mas não é como antes e só para lembrar os mais velhos e informar a nova geração que nos anos 90 ás rádios e a MTV tocavam com frequência bandas que faziam um rock mais pesado.

                      CLÁSSICO DE 1997
[endtext]

7 comentários:

Jéssica Nascimento disse...

Raimundos é bacana.

Senhor do Século disse...

Super legal

Amy disse...

Tenho que concordar que Raimundos é daora.

Jac Bagis disse...

fazia muito tempo que eu não ouvia RAimundos, muito bom! me faz lembrar de um tempinho muito bom da minha vida!

bjssssssssssss

Rejane Ferreira disse...

Ouvi de mais Raimundos no começo da carreira deles, meio que obrigada por uma prima minha que adorava, de tanto ouvir eu passei a gostar. rsrs.. É uma boa banda!

Abraço. =)

Victor Lourenço disse...

Pena que o Rodolfo virou crente. O rock ficou órfão.

Marco Aurelio Design disse...

Muito bom!!! Raimundos é 10000!! coloca mais raimundos no Blog po!! haha valeu

Postar um comentário

 
Real Time Analytics