THE WHO - Pinball Wizard

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/06/who-pinball-wizard.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=QL-pjDxRPXgendofvid[starttext]Banda britânica surgida na década de 60, sendo uma das mais influentes para a história do rock, devido a sua energia, sonoridade única à sua época e suas performances de palco. Teve seu auge nos últimos anos da década de sessenta até a metade dos setenta, com sua formação clássica: Pete Townshend (Guitarra, violão, composições, piano & sintetizador em gravações de estúdio) Roger Daltrey (vocais, gaita harmônica) Keith Moon(Bateria, percussão) e John Entwistle (Baixo, instrumentos de sopro). Mesmo com o falecimento de Keith Moon e John Entwistle, continua ativa até hoje, lançando seu último disco, Endless Wire, em 2006, 24 anos depois do seu álbum anterior, It´s Hard.

No princípio de sua carreira a banda ficou famosa por arrebentar completamente seus instrumentos no final dos shows (especialmente Townshend, cuja destruição de guitarras tornar-se-ia um clichê do rock, e o alucinado Keith Moon, mandando seu kit de bateria pelos ares). Seus primeiros álbuns mod, repletos de canções pop curtas e agressivas, os distintos power chords de Townshend e temas recorrentes de rebelião juvenil e confusão sentimental, foram influências primordiais no surgimento do punk rock e do power pop.

A primeira banda que pode ser considerada a base do Who foi um grupo de “trad jazz” montado por Pete Townshend e John Entwistle, em Londres chamado The Confedereates. Townshend tocava banjo e Entwistle trompa (instrumento que ele continuaria a usar no Who e em sua carreira solo). O guitarrista Roger Daltrey conheceu Entwistle na rua (enquanto este último carregava seu baixo pendurado no ombro) e o chamou para entrar para sua banda. Entwistle concordou e sugeriu Townshend como guitarrista rítmico.
No princípio essa banda era conhecida como The Detours. Assim como muitos de seus contemporâneos britânicos, o grupo era fortemente influenciado pelo blues americano e country music, inicialmente tocando mais rhythm and blues. A primeira formação consistia de Roger Daltrey na guitarra base, Pete Townshend na guitarra rítmica, John Entwistle no baixo, Doug Sandom na bateria e Colin Dawson nos vocais. Depois de Dawson deixar a banda, Daltrey assumiu sua vaga e Townshend se tornou o único guitarrista. Em 1964 Doug Sandom saiu do grupo, e Keith Moon se tornou seu baterista.
O Detours mudou de nome para “The Who” em 1964 e, com a chegada de Keith Moon, a formação estava completa. No entanto, por um breve período em 1964, sob a direção do afamado mod Peter Meaden, eles mudaram de nome novamente, agora para High Numbers, lançando o compacto “Zoot Suit / I’m The Face”, designado para atrair o público mod. Com o fracasso do compacto, a banda demitiu Meaden e retornou ao nome The Who, passando a ser empresariada por Chris Stamp e Kit Lambert. Pouco depois conseguiram se tornar uma das bandas mais populares entre os mods britânicos, uma subcultura dos anos 60 que unia modas, Motonetas e gêneros musicais como o rhythm and blues, soul, e música beat.
Para destacar seu estilo, a banda criou o slogan “Maximum R&B”.
Em setembro de 1964, na Railway Tavern em Harrow and Wealdstone, Inglaterra, Pete Townshend destruiu sua primeira guitarra. Tocando num palco alto demais, o estílo físico das performances do guitarrista resultaram no rompimento do corpo de seu instrumento, quando ele se chocou contra o teto. Furioso com as risadas da platéia, Townshend arrebentou a guitarra em pedaços, pegou uma Rickenbacker de doze cordas e continou o concerto. Por conta disso, o público no show seguinte aumentou consideravelmente, mas ele se recusou a destruir outro instrumento. Ao invés disso, Keith Moon foi quem arrebentou seu kit de bateria. A destruição de instrumentos se tornaria um destaque dos shows ao vivo do Who pelos próximos anos, e o incidente na Railway Tavern acabaria entrando para a lista de “50 Momentos que Mudaram a História do Rock ‘n’ Roll” da Rolling Stone.
O grupo logo se cristalizaria ao redor das composições de Townshend (embora Entwistle também contribuísse com suas canções). Townshend era o centro das tensões da banda, esforçando-se sempre para surgir com ideias inovadoras e reflexivas enquanto Daltrey preferia o material mais agressivo e enérgico e Moon a surf music norte-americana.
fonte: last fm

Isso sim é um verdadeiro clássico, The Who uma das mais clássicas bandas da história do Rock, outra que faz parte das comemorações do aniversário do blog.

                    CLÁSSICO DE 1969
[endtext]

14 comentários:

Blog UaiMeu! disse...

humm gostei. Passa lá no nosso!
http://uaimeu10.blogspot.com.br/2012/06/como-os-anuncios-deveriam-ser.html

Leandro disse...

Realmente as banda do passado tinham um conteúdo melhor, uma pena que hoje isso se perdeu...

Parabéns pelo blog, comente o meu tbm!

www.emquestao.org

abraços

Tauã Soares disse...

muito boa a musica!

e parabens para seu blog, e que você faça mais sucesso!

Rejane Ferreira disse...

Gostei da música e do som da banda, bem bacana.

Abraço. =)

Guilherme Augusto disse...

Clássico...

João Alexandre Rodrigues disse...

Já ouvi algumas músicas dos caras. Show de bola!!!

Estudo Azul disse...

da hr seu blog, não sou mt fã de rock pessado mas curto algumas musicas

Déia disse...

Eu descobri há pouco tempo que gostava de The Who (estava, inclusive, ouvindo uma música deles agora - Baba O'Riley)

Gostei bastante dessa, não conhecia ainda!

Francorebel disse...

Maravilha!

Amy disse...

Bacana a música

Fábio Flora disse...

Grande canção. Curto muito a versão do Elton John. Abraços e sucesso com o blog!

Francorebel disse...

The Who who?

Café de Fita disse...

The who é uma grande banda, e o filme é docaralho de mais! TOMMY é surpreendente!

Tiago Guillen

André Ferreira Machado disse...

Ótimo som de um ótima banda! Pena não termos novas bandas assim...

Postar um comentário

 
Real Time Analytics