TARJA TURUNEN - Into The Sun

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/08/tarja-turunen-into-sun.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=AeUjfxTkgfYendofvid[starttext]Tarja Soile Susanna Turunen Cabuli (Kitee, 17 de Agosto de 1977) é cantora, compositora e pianista finlandesa reconhecida por ser a ex-vocalista do Nightwish, o qual fundou ao lado de Tuomas Holopainen e Emppu Vuorinen em 1996. Em 2005, foi afastada da banda pelos outros integrantes e hoje se dedica a sua carreira solo. É uma das cantoras mais populares em seu gênero em grande parte da Europa. Seu perfil vocal se enquadra em soprano lírico, com amplitude de três oitavas.

Desde 1996, lançou 8 álbuns (6 com o Nightwish e 2 solos) e é muito popular na Finlândia, sendo ocasionalmente chamada para fazer participações na TV. Já em carreira solo, foi indicada duas vezes para o Emma Awards (que equivale ao Grammy na Finlândia) em 2006 e 2007 e recebeu uma pré-indicação para o Grammy Awards 2009 por sua participação com o artista Schiller.

Infância e Vida Pessoal
Nascida no pequeno vilarejo de Puhos, em Kitee, é a única filha entre 3 irmãos. Desde criança sempre apresentou interesse pela música. Sua mãe foi a primeira a notar isso, quando, em uma festa da família, a garotinha de apenas três anos mostrou sua voz para um público pela primeira vez, com a canção “Enkeli Taivaan” (Anjo do Céu). Depois disso, sua mãe decidiu colocá-la no coral da paróquia a qual freqüentava, onde podia praticar regularmente, além de ter aulas adicionais em um grupo infantil.

Aos 6 anos, começou a ter aulas particulares de piano erudito. Apesar de morar a vinte quilômetros do local das aulas, contava com o apoio de seus pais, que faziam questão que sua filha não faltasse às lições.

Na escola primária, era costumeiramente convidada a cantar em pequenas festas escolares. Nessa época, chegou a sofrer bullying por parte das meninas de sua escola, por sempre tirar notas altas nos testes e ser uma das alunas preferidas dos professores. Com isso, se tornou uma criança mais introvertida, tímida e a maioria de seus amigos eram garotos, os quais guardavam por ela admiração e tratavam-na com respeito.

Seus grandes ídolos na infância eram cantores de soul como Whitney Houston e Aretha Franklin. Nessa época achava-se que seria esse o caminho seguido pela garota, porém, aos 15 anos, mudou-se para Savonlinna, onde estudou na “Savonlinna Senior Secondary School of Art and Music”. Lá passou a ter aulas de canto lírico e seguiu focando-se nesse estilo. No mesmo ano, cantou pela primeira vez para mais de mil pessoas como solista em um concerto de Natal.

Aos 18 anos, mudou-se novamente, agora para a cidade de Kuopio onde ingressou na Academia Sibelius de Artes. Lá ela pôde desenvolver realmente seus dotes musicais, aperfeiçoando-se no canto lírico e música de câmara.

No dia 1 de Janeiro de 2003, casou-se com o empresário argentino Marcelo Cabuli, o qual já conhecia desde sua primeira excursão pela América Latina, em 2000, eles vivem juntos até hoje, ainda sem filhos.

A presidente finlandesa Tarja Halonen convidou ela e seu marido para a festa em comemoração à independência finlandesa no Palácio Presidencials, em Helsinki, no dia 6 de dezembro de 2003, quando espectadores da emissora de TV Yle elegeram-na a mais elegante mulher presente, bem como muitos jornais e revistas.

Nightwish
Em 1996, tornou-se um dos membros-fundadores do Nightwish, quando seu colega de classe, Tuomas Holopainen, a convidou para participar de seu projeto acústico. Então, ela, Tuomas e o guitarrista Erno Vuorinen gravaram uma demo intitulada “Nightwish” da qual foi retirado o nome da banda. No mesmo ano, cantou pela primeira vez no Festival de Ópera de Savonlinna, onde fazia parte do coral, interpretando algumas obras de Wagner e Verdi.

Em 1997, é lançado o primeiro álbum da banda, “Angels Fall First”, foi quando fez seu primeiro show com o grupo em 25 de dezembro do mesmo ano, em sua cidade natal. A banda, porém, só ficou internacionalmente famosa com o lançamento do álbum Oceanborn, em 1998. Foi solista de vários espetáculos bem-sucedidos de música lírica, mas continuou a gravar e fazer shows com o Nightwish pelos anos de 2000 e 2001, período de lançamento do álbum Wishmaster e do EP Over the Hills and Far Away.

Nessa época, deixou a Academia Sibelius e mudou-se para a Alemanha, onde passou a freqüentar a Universidade de Música de Karlsruhe, no sul do país. Enquanto esteve lá gravou os vocais para o álbum Century Child, além de uma participação no também bem-sucedido projeto Infinity do baixista argentino Beto Vázquez.

Em 2002, a cantora excursionou pela América do Sul com o concerto Noche Escandinava I posteriormente fazendo uma exaustiva turnê mundial para a promoção de Once, o então novo álbum do Nightwish. Após esse período, Turunen voltou a Karlsruhe e o Nightwish fez um pequeno hiato.

No Natal de 2004, lança o single “Yhden Enkelin Unelma” (Sonho de um Anjo) que chegou a disco de platina na Finlândia e ao primeiro lugar nas paradas musicais tanto em 2004 quanto em 2005.

Apesar de 2006 ser um ano de pausa para o Nightwish, não pretendia parar, porém, após um show no Hartwall Arena (em Helsinque) com o título sugestivo “End of an Era”, lhe foi entregue uma carta aberta, assinada pelos outros integrantes do grupo, na qual foi “convidada” a sair da banda.

Tal fato fez com que ocorressem várias discussões sobre o assunto. Especulações na mídia foram aparecendo dia após dia. Então decidiu dar seu parecer sobre a discussão em duas conferências de imprensa, a primeira em Helsinque e a segunda em Berlim. As maiores especulações eram sobre seu marido, Marcelo, acusado de manipulador e de ser o principal motivo da demissão de Tarja. Marcelo, então, respondeu a mais de 130 perguntas enviadas por fãs sobre toda essa questão, dando sua opinião e explicações pessoais sobre todas as acusações.

Carreira Solo
Apesar de todo o ocorrido, nada impediu que ela continuasse com seus planos e sua carreira. Tanto que, pouco tempo depois, Turunen já tomava parte de sua primeira turnê natalina, que passou por quatro países da Europa: Finlândia, Alemanha, Espanha e Romênia, onde neste último foi acompanhada pela Orquestra Filarmônica de Sibiu.

Após o sucesso da turnê, teve um pequeno e merecido descanso antes de recomeçar seus trabalhos, desta vez para um álbum completo de canções natalinas intitulado Henkäys Ikuisuudesta, que inclui em seu repertório, além de canções tradicionais finlandesas, clássicos de John Lennon e ABBA e a canção “You Would Have Loved This”, especialmente dedicada à sua mãe.

Em julho de 2006, toma parte mais uma vez do conceituado Festival de Ópera de Savonlinna, mas desta vez como solista. Acompanhada do famoso tenor finlandês Raimo Sirkiä e da Orquestra Sinfônica de Kuopio, regida por Riku Niemi, fez uma apresentação que incluía temas clássicos como “O Mio Babbino Caro” de Puccini, canções do famoso compositor Andrew Lloyd Webber como “Don’t Cry For Me Argentina” do musical Evita (cantada em espanhol) e também temas de sua antiga banda entre outras.

Ainda em 2006, participou do festival “Rhapsody In Rock” do músico e compositor Robert Well; do “Lahti Organ Festival”, festival de Órgão “Cross Over” na Finlândia; e mais apresentações com o tenor Raimo Sirkiä, desta vez acompanhados da pianista Maija Weitz e dos músicos da Sinäjoki City Orchestra.

Em 2006, participou de um concerto beneficente em comemoração aos 60 anos de UNICEF, o “Tomorrow’s Childs”, juntamente com o Coral Tapiola, onde arrecadaram 18.688 euros com os quais a UNICEF pôde providenciar vacinação básica para mais de 2.300 crianças do Laos.
Tarja em concerto solo na Finlândia em 2006.

Em novembro de 2006 é lançado o álbum “Henkäys Ikuisuudesta” e em dezembro começa sua turnê com apresentações pela Finlândia e Rússia, com a qual, no ano seguinte, renderia a ela uma indicação ao Emma Awards como melhor artista feminina de 2006, além de ser eleita pelos leitores do jornal Iltalehti como artista feminina do ano.

Um novo álbum que já estava sendo produzido desde agosto do ano anterior começou a tomar forma concreta a partir de maio quando Tarja começou as gravações nos estúdios Grouse Lodge no interior da Irlanda, contando com a ajuda de um grupo de compositores e músicos de sua banda - Alexander Scholpp (guitarra), Doug Wimbish (baixo), Torsten Stenzel (teclados) e Earl Harvin (bateria). A produção do álbum levou a cantora aos estúdios do famoso compositor de trilhas sonoras, Hans Zimmer, em Los Angeles, onde o álbum ganhou seus últimos arranjos para, enfim, poder ser lançado em novembro.

O lançamento do álbum foi seguido por uma pequena turnê européia de aquecimento que passou por cidades como Londres, Atenas, Cologne, Paris, dentre outras, e contou com o baterista Mike Terrana além do irmão mais novo de Tarja, Toni Turunen, que participou tocando instrumentos adicionais, fazendo os backing vocals e um dueto na música “The Phantom of the Opera”.

No final do mesmo ano, Tarja foi escolhida como “A Voz da Finlândia” se apresentando na cerimônia do 90º aniversário de independência do país, onde cantou várias versões do hino nacional finlandês. Além disso, o primeiro single de “My Winter Storm”, “I Walk Alone”, foi escolhido pela campeã mundial de boxe, Regina Halmich, como tema de sua luta pelo título mundial na categoria peso pena.

No ano de 2008, recomeça a turnê de divulgação do álbum My Winter Storm que a essa altura já ganhou disco de platina na Finlândia e na Rússia (primeira vez conquistada) e ouro em vários outros países. Após a turnê européia, Tarja aproveitou o tempo para compor para seu novo álbum previsto para 2009 e anuncia duas novas canções, “The Crying Moon” e “Enough”, esta última estando em uma versão especial do álbum My Winter Storm que foi lançada no final de 2008.

Em Agosto, deu início a turnê “Tempestade na América 2008”, passando também pelo Brasil, com datas em São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Fortaleza, Belo Horizonte e Rio de Janeiro,e em outros países como México, Chile, Colômbia e Argentina, e que contou com a participação do guitarrista brasileiro Kiko Loureiro. Durante essa turnê, Tarja apresenta uma música nova antes de seu lançamento, “Enough”, que ganhou grande aprovação do público.

No final de 2008, retorna a Europa para mais uma turnê. Também lança um novo EP, intitulado “The Seer”, que além da participação da veterana Doro Pesch em um dueto na música título, conta também com várias versões das músicas já encontradas no álbum My Winter Storm, versões ao vivo e um remix da canção “Lost Northern Star” por Peter Tägtgren da banda Pain.

No mesmo ano, a canção “Tired of Being Alone”, composta por Tarja e Schiller é pré-indicada na categora “Música do ano” para Grammy Awards 2009. A canção lançada originalmente em 2005 por Schiller foi relançada no duplo vynil “Sehnsucht” em 2008. A cantora também finaliza o ano como convidada especial no show de 25 anos de carreira de Doro, na Alemanha, interpretando duas músicas: “The Seer” e “Walking with the Angels”, esta última também fará parte do álbum “Fear no Evil” de Doro, com lançamento previsto para o início de 2009.

Ainda em 2008, em Portugal, o evento Red Bull Air Racer, com platéia de cerca de 1 milhão de pessoas, teve músicas de Tarja como tema principal

Em 23 de fevereiro de 2009, lançou um single digital, “Enough”, e já anunciou um vídeo para a canção, com lançamento ainda para esse ano.

Em fevereiro de 2009, foi anunciado em seu website o título de seu novo álbum, What Lies Beneath, com lançamento previsto para fim de 2009 ou início de 2010 e que, segundo ela, trará canções mais maduras e emocionais.
fonte: last fm

A deusa maxíma do ''underground'' mundial, com vendas entre 4 e 5 milhões de cds vendidos, nem é preciso muita apresentação, já que é uma das rockeiras mais conhecidas da atualidade, e do canto liríco também.
[endtext]

6 comentários:

Lucas Adonai disse...

Po, a banda teve uma divulgação MASTER na net!

Arash Gitzcam disse...

Interessante saber que ela cantava desde pequena e que teve apoio dos pais para desenvolver o dom... E também que foi acolhida em seu país natal...

KGeo disse...

gostei e muuuuuito da musica

Marília disse...

Depois do Nightwish nunca mais ouvi a Tarja, ela canta muitoooooo

Elaine_Cade disse...

Linda! Minha Deusa, amo ela!

Morini disse...

Essa é muito legal!

Postar um comentário

 
Real Time Analytics