VISION DIVINE - Mermaids From Their Moons

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/09/vision-divine-mermaids-from-their-moons.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=jHLs6B6-7R4endofvid[starttext]Vision Divine é uma banda fundada na Itália em 1998, criada originalmente como projeto solo do guitarrista Olaf Thörsen que, na época, ainda era guitarrista do Labyrinth. Embora seu objetivo inicial fosse a criação de um projeto solo, tão logo começou e ele teve a colaboração, outra vez, do vocalista Fabio Lione (de Labyrinth e Rhapsody of Fire, que trabalhou com Olaf no álbum “No Limits”) e o projeto solo rapidamente tomou rumo e se transformou numa banda de verdade, cujo nome é a combinação de “Vision” (antigo nome do Labyrinth, de quando Olaf criou a banda) e “Divine”, o nome que Olaf desejava para o álbum solo.

A formação se completou com a entrada de Mattia Stancioiu (bateria, atualmente no Labyrinth), Andrew Mc Pauls (teclados) e Andrea “Tower” Torricini (baixo). Em 1999, foi lançado o primeiro álbum, “Vision Divine”, contando com faixas agressivas, com muita influência de música clássica e um vocal diferente do que se está acostumado a ouvir do vocalista Fabio Lione na banda Rhapsody of Fire (anteriormente conhecida como Thundercross e, mais recentemente, como Rhapsody). O álbum “Vision Divine” também conta com um cover da música “The Final Countdown” da banda de Hard Rock Europe.

Em 2001, após uma longa turnê pela Europa e pela América do Sul, a banda começa a trabalhar no novo álbum, chamado “Send Me An Angel”, lançado logo no início do ano de 2002. “Send Me An Angel” mostra um notável amadurecimento; o som está mais pesado, com influências progressivas.Conta também com um cover da música “Take On Me”, da banda a-ha. No fim do ano de 2002, Olaf decide deixar o Labyrinth para focar seu trabalho exclusivamente no Vision Divine e acabar com rumores de que a banda seria um mero projeto. Por não poderem se dedicar integralmente à banda, Andrew e Mattia deixaram a banda e foram substituídos por Oleg Smirnoff (teclados), ex-Eldritch, e Matteo Amoroso (bateria),ex-Athena.

Após três anos, o Vision Divine havia lançado dois álbuns que, com bons índices de vendagem, tornaram possível uma turnê mundial.

Em 2003, a banda começa o trabalho para o terceiro álbum quando, infelizmente, Fabio Lione tem problemas com sua carreira e seus deveres no Vision Divine. Alguns meses depois, o vocalista deixou a banda, e foi selecionado como seu substituto Michele Luppi, um vocalista com prévias experiências em performances ao vivo, graduado em 1998 no V.I.T. de Los Angeles, e famoso por seu talento e sua reconhecida habilidade. Finalmente, foi possível terminar as últimas canções e, então, o novo álbum gravado e entitulado “Stream Of Consciouness” foi lançado, em abril de 2004.

Após três meses, a banda conseguiu uma liberação para a gravação do DVD “Stage Of Consciouness”, filmado na Transilvania, em Reggio Emilia, Itália em 16 de abril de 2005. Olaf retoma o trabalho duro em cima de um novo álbum conceito com a colaboração de Oleg Smirnoff e Michele Luppi.

Em outubro de 2005, enquanto o DVD começava a ser vendido no Japão, a banda fez dois shows inacreditáveis em Osaka e Tokyo.

No mesmo ano, o quarto feito do Vision Divine, o álbum “The Perfect Machine”, produzido pelo guitarrista Timo Tolkki, do Stratovarius, mostrou a maturidade e competência da banda, além de contar com um cover da banda americana de metal progressivo Queensrÿche com a música “The Needle Lies”.

Em 2006, sai da banda o baixista Andrea “Tower” Torricini, por não dispor de tempo para se dedicar integralmente, em seu lugar entra Cristiano Bertocchi; o baterista Matteo Amoroso também sai, dando lugar a Ricardo “Ricky” Quagliato, que sai por motivos pessoais após uma breve passagem, e é substituído por Alessandro “Bix” Bissa. O tecladista Oleg Smirnoff também abandona o Vision Divine, e é substituído por Alessio “Tom” Lucatti.

Em 2007, foram iniciadas as gravações do quinto álbum, entitulado “The 25th Hour”, produzido por Timo Tolkki e lançado em 29 de junho do mesmo ano.

Em abril de 2008, o Vision Divine anuncia que o vocalista Michele Luppi não mais integra a banda; em maio do mesmo ano, Olaf Thörsen anuncia o retorno de Fabio Lione como membro permanente do Vision Divine, após sua participação em alguns shows.

Logo em seguida, a banda começou a se dedicar à produção do sexto álbum, “9 Degrees West Of The Moon”, oficialmente lançado em 23 de janeiro de 2009, marcando o retorno oficial de Lione à banda.

fonte: last fm

Uma das grandes bandas de Heavy Metal da Italia, mas que ainda não conseguiu fazer parte do grupo principal da cena do Power Metal e sempre matendo a qualidade de suas músicas. estão agora em uma gravadora indenpedente de prestígio, Ear Music/Edel, e a banda têm boas chances de entrar de vez para o grupo principal do Power Metal, só lembrando que os brasileiros do Angra já fizeram parte desse grupo e o também brasileiro Shamam chegou quase lá. 

http://www.visiondivine.com/

NOTA 7,5

LANÇAMENTO
[endtext]

2 comentários:

Jeniffer Haddad disse...

Nunca tinha ouvido falar sobre a banda, mas gostei da trajetória e da musica! METAL\O/

Samir disse...

Apesar de desconhecer a banda surgida na Itália, parecem possuir um estilo musical próprio, e não somente mais uma cópia de outras bandas.

Postar um comentário

 
Real Time Analytics