ALMAH - Days Of The New

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/10/almah-days-of-new.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=olfriOT3fHQendofvid[starttext]Edu Falaschi, ex-vocalista do Angra, do qual já vendeu mais de um milhão de discos pelo mundo em seus 15 anos de carreira, lançou mundialmente em Março de 2007, o primeiro disco (auto-intitulado) do Almah, inicialmente como seu projeto solo.

Além de atuar como vocalista, Falaschi produziu o disco, compôs todas as músicas e letras, gravou todos os violões e teclados e criou os arranjos de vozes, guitarra, baixo, bateria, teclados e orquestra. O disco foi gravado parte na Finlândia, EUA e parte no Brasil, e contou com músicos de renome internacional – Emppu Vuorinen (guitarrista do Nightwish), Lauri Porra (baixista do Stratovarius) e Casey Grillo (baterista do Kamelot) – e ainda tem a participação especial de músicos convidados como Mike Stone (guitarrista do Queensrÿche), Edu Ardanuy (guitarrista do Dr. Sin), Cizão Machado (ex-baixista de Tom Jobim e Chico Buarque), entre outros.

O álbum de estréia da banda recebeu resenhas elogiosas em vários dos mais importantes sites e revistas de Rock do mundo e chegou a ficar entre os “top 10″ nas paradas de Heavy Metal da Europa. No Japão, a banda ALMAH é classificada como um das mais importantes bandas de Metal Melódico do mundo, onde Edu Falaschi foi apontado nos últimos 5 anos como um dos cinco melhores vocalistas do mundo, eleito pela revista Burrn!.

Em Setembro de 2008, o ALMAH, já em caráter definitivo como banda e não mais como projeto solo, lançou mundialmente, através das gravadoras JVC (Ásia), AFM (Europe/USA) e Laser Company (Brasil/América Latina) o seu segundo disco, intitulado “Fragile Equality”, que recebeu elogios da crítica especializada no mundo inteiro. “Fragile Equality” foi vencedor de diversos prêmios no mundo todo como melhor capa, banda revelação e melhor disco de 2008.

A formação, já consolidada, conta com músicos brasileiros de ponta como Marcelo Barbosa, renomado guitarrista de Brasília, formado pela Berklee dos EUA, que já tocou com diversos artistas internacionais, tal como Greg Howe. Paulo Schroeber e Marcelo Moreira, nacionalmente conhecidos como uns dos melhores guitarristas e bateristas de Metal da atualidade vindos do sul do país. Ambos são de Caxias do Sul/RS e por fim, Felipe Andreoli, também baixista do Angra e um dos mais renomados e respeitados baixistas da história do Heavy Metal.

Em Fevereiro de 2011 a banda se reuniu para compor o sucessor de “Fragile Equality”, “Motion”. Esse terceiro trabalho, que foi gravado no Brasil e mixado e masterizado na Holanda, marca definitivamente o estilo e linguagem próprios da banda, que vem com muito peso e ao mesmo tempo repleto de melodias. O direcionamento moderno e o flerte com a música “extrema” e o Rock contemporâneo dão um toque todo especial às canções. As letras não seguem um conceito específico, mas de certa forma retratam o momento atual do conjunto, de seguir em frente com seu som próprio, sem se repetir e, principalmente, sem medo de arriscar.

“Motion” foi lançado mundialmente em setembro pelas mesmas gravadoras que foram responsáveis pelos trabalhos anteriores, e conta com dois novos vídeo clipes como material extra de divulgação. Ainda no mês de setembro, Edu Falaschi, Felipe Andreoli e Marcelo Barbosa viajaram para o Japão e Europa, onde fizeram uma maratona de entrevistas para divulgação do novo CD. Após o lançamento mundial, a banda entrou em uma extensa turnê pelo Brasil, passando por diversas das principais cidades do país.

Em Abril de 2012 Paulo Schroeber deixou a banda por motivos de saúde. Logo depois foi oficialmente confirmada a entrada do guitarrista carioca Gustavo Di Padua (ex-Glory Opera, Aquaria e Endless, finalista do concurso internacional Guitar Idol).

Em maio de 2012 Felipe Andreoli deixa o posto de baixista da banda, enquanto que Edu Falaschi oficializa a sua saída do Angra, para então concentrar-se com exclusividade aos trabalhos com o ALMAH. Ainda em 2012, após a confirmação do novo baixista, o grupo lançará um EP e partirá para a gravação do seu primeiro DVD ao vivo.

fonte: last fm

Depois que ele saiu do Angra, o projeto solo do Edu, acabou se tornando sua banda principal agora. é uma boa banda, e faz um som diferente do Angra.

http://www.almah.com.br/
[endtext]

7 comentários:

Blog do Italo disse...

Angra é muito bom, curto o som deles.

O trabalho solo desse cara deve ter ficado muito bom, só musico de primeira!!

Marília disse...

Já tive o prazer de ir num show do Angra e foi sensacional, sou fã do Edu Falaschi, que é um chato de primeira rsrs, mas o que importa é o som, que esse sim é de primeira.

Abraão Braga disse...

Angra é irado !!

Zetrusk disse...

Ta aí um som que já ouvi ^^

Marijleite disse...

Vi o vídeo e gostei do som, é legal.

Lesstack Manson disse...

Almah, se não me engano foi uma das primeiras a se apresentarem no Porão do Rock daqui de Brasília esse ano...
Não sou muito fã, mas a geral gostou.

Lesstack Manson disse...

Ah! Sim...
Ontem visitei seu blog, como de costume, e esqueci de comentar...
Mas, calma, esqueci simplesmente por um bom motivo:
Eu assisto um, depois outro, depois outro... aí, já era!!! hahaha
Té mais, carinha...

Postar um comentário

 
Real Time Analytics