TIAMAT - The Scarred People

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/10/tiamat-scarred-people.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=-rsyk5QVv5Aendofvid[starttext]Tiamat é uma banda pioneira do gothic metal europeu. Começou como uma típica banda de Death metal de Stockholm (Suécia), a lá Entombed, Unleashed e Dismember; foi gradualmente “evoluindo” para se tornar um dos pioneiros do Gothic Metal, incorporando de Metallica à Fields of the Nephilim na sua sonoridade (considerada única).

As raízes do Tiamat estão no Treblinka, uma banda sueca formada em 1987. (O nome Treblinka vem de uma cidade da Polônia onde os nazis montaram o primeiro campo de concentração para matar judeus nas câmaras de gás). Depois de algumas demos a banda estava para lançar seu primeiro álbum, Sumerian Cry, quando tiveram de mudar às pressas o nome da banda para Tiamat.

Sumerian Cry, lançado por um pequeno selo inglês (C.M.F.T.), lembra bastante a sonoridade dos seus contemporâneos de Estocolmo:

* Um Death metal de velocidade variada, inspirado tanto no Slayer como no Autopsy.
* Algumas passagens lentas, reminiscentes do Black Sabbath.
* E um timbre “serra-elétrica” de guitarra, que era uma marca registrada do Sunlight Studos.

Com uma ajudinha dos amigos do Unleashed, o grupo se muda para a Century Media e lança The Astral Sleep. Logo de cara vemos que as mudanças sonoros do segundo álbum são radicais. O som está agora muito mais puxado para o Metallica e o Celtic Frost. Também não vemos os blast beats e as temáticas satânicas de outrora. Temos agora também a presença constante de violões e teclados, dando um clima mais intimista e “sofisticado” ao que era antes pura bile e agressão.

Clouds segue o mesmo caminho, com uma produção melhor e músicas mais maduras. Um ano depois lançam The Sleeping Beauty, um EP gravado ao vivo em Tel-Aviv (Israel).

O pico precoce de sua carreira foi Wildhoney, e por um momento foram a prioridade da Century Media (privilégio que hoje pertence ao Lacuna Coil). Nessa época a banda saiu em turnê pela Europa com o Type O Negative, o grande nome do Metal gótico americano. Em 1995 foi a vez deles abrirem a turnê do Black Sabbath e Motörhead nos Estados Unidos[1].

Depois do mal-recebido Deeper Kind of Slumber - que estava para R.E.M. e Tricky do que Heavy metal - a banda “estacionou” num Gothic metal padrão, com ocasionais vislumbres musicais (a música “Brighter than the Sun”, p. ex).

fonte: last fm

Nada melhor que uma clássica banda do estilo. a maioria das bandas do estilo estão se dando bem, conseguindo o milagre de aumentar as vendas nos dias de hoje, menos o Lacrimosa infelizmente. têm muita gente que fala mal. mas a música Gótica é undergound e sempre vai aparecer por aqui, e pessoal, bandas mainstream não são Góticas, nem as bandas grandes de Heavy Metal que parecem não são. só cuidado para não ter pesadelos crianças.

http://www.facebook.com/tiamat
[endtext]

2 comentários:

Zetrusk disse...

Gostei do som, só não curti muito o clipe.

Lua (: disse...

Ah, eu gostei da melodia, mas a voz dele não me agradou... Não curto rock satânico nem nada do tipo, pelo contrário rs Mas o som deles é legal,anyway.

Postar um comentário

 
Real Time Analytics