CORROSION OF CONFORMITY - Feed On

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/11/corrosion-of-conformity-feed-on.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=QmYoObqenTUendofvid[starttext]Corrosion of Conformity — C.o.C. é uma das bandas pioneiras do crossover,foi formada na Carolina do Norte, Estados Unidos pelo guitarrista Woody Weatherman durante o começo dos anos 80.

No início da banda, era conhecido pelo som agressivo e letras inteligentes e polítizadas e tambem fazer um som hardcore/metal com personalidade própria. Já nos anos 90 eles mudaram o som,reestruturaram o som com influências de Black Sabbath e ajudaram a formar e consolidar junto com bandas como Kyuss, Fu Manchu e Cathedral,o som que hoje chamamos de Stoner Rock.
História

Formada no início da década de 80 na Carolina do Norte pelo guitarrista Woody Weatherman, o Corrosion of Conformity (COC) foi uma das primeiras bandas a misturar punk com metal fazendo um som agressivo que quebrava as convenções do hardcore e do metal da época. Tudo isso associado as letras inteligentes e de cunho político resultou no formato de som da banda. O debut foi em 1983 com Eye for na Eye que tinha como formação Weatherman, Reed Mullin na bateria, Eric Eycke no vocal e Mike Dean no baixo. Em 1985, após a entrada do guitarrista Pepper Kennan’ ,e do vocalista Simon Bob, lançaram Animosity e a banda começou a atingir um maior público e status no cenário musical.

Ainda assim, o selo Death se cansou das constantes instabilidades internas da banda e, logo após o lançamento de Technocracy em 1987, despediu a banda. Levou alguns anos para que uma nova formação se juntasse. Com Weatherman, Keenan, Mullin, o vocal Kark Aggel e o baixista Phil Swisher lançaram em 1991 Blind que mostrava uma veia bem mais thrash metal e arrebanhou um grande público. O álbum definiu o abandono da fase Hardcore e a entrada definitiva no Metal. Em seguida ao sucesso veio a demissão de Aggel que, junto com Swisher, formou o Leadfoot (ainda em atividade).

Kennan ocupou o vocal e Mike Dean , o baixista original, retornou à banda. Já caracterizada como uma banda em constante mutação lançaram em 1994o album Deliverance. Mais uma guinada na sonoridade do COC. O álbum tem total influência de Black Sabbath e toda a gama de hard rock setentista, sendo considerado por muitos (em geral os fãs mais recentes), o melhor álbum da banda.

Em 1995 Keenan se dedicou ao Down (grupo formado com Phil Anselmo do Pantera e membros do Crowbar) retomando as atividades do COC em 1996 quando lançaram Wiseblood que deu continuidade ao sucesso atingido com o Deliverance. Decorrente disto, envolveram-se numa tour mundial com o Metallica que os afastou dos estúdios durante um bom tempo. Em 2000 retornaram com o não tão inspirado America’s Volume Dealer.

Em 2001 lançaram o ótimo Live Volume que dá uma boa passada pela carreira da banda e garante o bom e velho rock and roll em performance ao vivo. Em 2002 Keenan voltou a se dedicar ao Down que lançou seu segundo álbum e em 2003 o baterista Reed Mulan sai da banda. Em 2004, o baixista Mike Dean participa como vocalista do Probot, álbum de heavy metal do músico Dave Grohl (Foo Fighters). No final de 2004 a banda entra em estúdio e sai com o mais recente album, In The Arms Of God (lançado no Brasil pela gravadora Century Media Records) lançado em 2005 e que tem a estréia do novo integrante, o baterista Stanton Moore.
FONTE: LAST FM

É uma ótima banda e muitos que apreciam o som mais clássico irá gostar da banda. eles são muito respeitados e influêntes no underground, mas são desconhecidos do grande público, apesar de ter boas vendas de seus álbuns.

http://www.coc.com/
[endtext]

4 comentários:

doseilah disse...

Curto esse som mais clássico que qualquer outro. ^^

http://limaounada.blogspot.com.br/

Raquel S. Ramos disse...

Gostei do som, me lembrou muito Black Sabbath, não nega a influência.

Matheuslaville disse...

Muita história para conta sobre essa banda.... Pelo menos não está gritando, já é uma boa coisa para quem não costuma ouvir.

Cícero Barbosa disse...

opa! gostei desse ai!

Postar um comentário

 
Real Time Analytics