NIGHTWISH - I Want My Tears Back

[postlink]http://rocknrollpost.blogspot.com/2012/12/nightwish-i-want-my-tears-back.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=kG-ahEP3EF0endofvid[starttext]Nightwish é uma banda formada em 1996 na cidade de Kitee, Finlândia. Suas músicas são na maioria das vezes compostas por Tuomas Holopainen. Seu estilo musical é o Symphonic Metal/Power Metal (no que difunde o Symphonic Power Metal). Os vocais masculinos são executados pelo baixista e também compositor Marco Hietala, e os femininos, antes por Tarja Turunen e Anette Olzon, agora ficam temporariamente por conta de Floor Jansen até o término da Imaginaerum World Tour.

O tecladista e compositor da banda, Tuomas, descreveu uma vez o Nightwish como “melódico pesado com uma mulher nos vocais”. A banda é considerada uma das principais colaboradoras do gênero Symphonic Power Metal, que abrange bandas como Visions of Atlantis, Edenbridge, Aquaria, Avantasia, Dragonland e After Forever.

A história do Nightwish tem início com o álbum Angels Fall First (1996-1997). A idéia de formar a banda foi de Tuomas Holopainen, depois de uma noite de acampamento com os amigos. A formação se deu logo depois, em julho de 1996; Holopainen convidou o guitarrista Erno “Emppu” Vuorinen e a vocalista Tarja Turunen (nessa época, soprano novata pela Sibelius Academy) para o projeto.

O estilo musical da banda, até o momento, baseou-se em experimentos de Tuomas com o uso de teclados, violões e os vocais líricos de Tarja Turunen. Os três músicos gravaram uma demo acústica (uma vez que ainda não tinham guitarras, apenas violão) entre outubro e dezembro de 1996, e fizeram três músicas para incluírem nesta demo: “Nightwish” (da qual deriva-se o nome da banda), “The Forever Moments” e “Etiäinen”.

No começo de 1997, a fim de testar como seriam as músicas incluindo a bateria, Jukka Nevalainen se juntou à banda, e também o violão deu lugar a uma guitarra elétrica tocada por Emppu. Em abril daquele ano, depois de várias semanas ensaiando, gravaram sete músicas, incluindo uma nova versão de “Etiäinen”, que podem ser encontradas na edição limitada do álbum “Angels Fall First”.

Em maio do mesmo ano, assinaram contrato com a gravadora finlandesa Spinefarm Records para a produção do álbum “Angels Fall First”, lançado em novembro e classificado número 31 nas paradas finlandesas e, anteriormente, em março, do single “The Carpenter” (o único single com voz de Tuomas), com colaboração de Darkwoods, My Betrothed e Children of Bodom, classificado em 3º lugar nos singles finlandeses.

Em 31 de dezembro de 1997, o Nightwish realizou seu primeiro show, em sua cidade natal. Durante o inverno de 1997-1998, a banda fez apenas mais sete shows, pois Nevalainen e Vuorinen tiveram obrigatoriamente que se alistar ao serviço militar, e Turunen ainda não tinha finalizado seus estudos.

Em 1998, o baixista Sami Vänskä, um velho amigo de Holopainen, se juntou à banda. Depois do videoclipe da canção “The Capenter”, o álbum seguinte, denominado “Oceanborn”, foi lançado. Este álbum foi mais técnico e progressivo que o anterior, em termos de composições e arranjos e, além disso, teve a participação de Tapio Wilska (ex-Finntroll) em duas canções (“Devil and the Deep Dark Ocean” e “The Pharaoh Sails to Orion”). Ele foi classificado como número 5 nos quadros de avaliação musical da Finlândia. O primeiro single desse álbum foi “Sacrament of Wilderness”, que foi direto para o número 1 dos singles naquele país.

O segundo single do álbum foi “Walking in the Air”, uma cover de Howard Blake, canção que faz parte de trilha sonora do filme “The Snowman”.

Em 1999, gravaram o single “Sleeping Sun (Four Ballads of the Eclipse)”, dedicado à um eclipse solar que ocorreu na Alemanha. Este single vendeu 15.000 cópias durante seu primeiro mês em tal país. Em agosto do mesmo ano, o Nightwish ganhou CD de Ouro pelo álbum “Oceanborn”.

Em 2000, participaram do Eurovision na Finlândia com a canção “Sleepwalker”. Eles finalizaram em segundo lugar no júri oficial, mas ganharam no júri popular. Em maio, lançaram o álbum “Wishmaster”, que ficou logo em 1º lugar nas paradas finlandesas, e permaneceu assim por três semanas. Durante essas três semanas, foi certificado ouro. Apesar de grandes e premiados lançamentos do Iron Maiden e de Bon Jovi, que ocorreram simultaneamente, “Wishmaster” foi declarado o álbum do mês na revista alemã Rock Hard. E apenas um single foi lançado deste álbum, denominado “Deep Silent Complete”.

Em 2001, gravaram um EP contendo poucas músicas, entre elas uma regravação de “Astral Romance” (do álbum “Angels Fall First”) e um cover de Gary Moore “Over the Hills and Far Away” a qual intitulou o EP. Este EP contava com a participação de Tony Kakko (da banda de power metal Sonata Arctica) e de Tapio Wilska (que, à época, era integrante da banda Finntroll). Lançaram também VHS, DVD e CD, intitulado “From Wishes to Eternity”, com material gravado em um show realizado em 30 de dezembro de 2000 em Tampere, Finlândia. Pouco tempo depois, atendendo a pedido de Tuomas, Sami Vänskä saiu da banda, e Marco Hietala (integrante de Tarot e ex-Sinergy) juntou-se à banda, como baixista, e também assumindo os vocais masculinos nas canções.

Em 2002, lançaram “Century Child”, e os singles “Ever Dream” e “Bless the Child”. A maior diferença em relação aos álbuns antigos foi o uso de orquestras da Finlândia ao vivo em várias canções, para apresentar uma sensação maior da música erudita clássica. “Century Child” recebeu o disco de ouro duas horas após seu lançamento, e o disco de platina após duas semanas. Quebrou também um recorde nas paradas de álbuns da Finlândia, pelo seu distanciamento ao segundo lugar nas paradas. Após o lançamento do vídeo-clipe de “Bless the Child”, também foi gravado o de “End of All Hope”. O último continha imagens do filme finlandês “Kohtalon Kirja”.

Em 2003, a banda lançou um segundo DVD, intitulado “End of Innocence”, que conta a história da banda nas palavras de Holopainen e Nevalainen. O documentário ainda apresenta trechos de vários concertos. No mesmo ano Tarja Turunen se casou, e surgiram rumores que a banda se dissolveria, o que, pelo menos por mais alguns anos, não aconteceu.

Um novo álbum intitulado “Once” foi lançado em 7 de junho de 2004, junto com seu primeiro single, “Nemo” (do Latim: ninguém), deste álbum. O single ficou no topo das paradas na Finlândia, Hungria e em mais cinco países. “Nemo”, conseqüentemente, foi seu single que mais teve sucesso até o momento.

“Once” contém vários elementos orquestrais em 9 de 11 canções. Diferente do que foi feito em “Century Child”, a banda decidiu procurar uma orquestra de fora da Finlândia; escolheram, então, a Orquestra Filarmônica de Londres, que colaborou com a gravação da trilha sonora original da trilogia “O Senhor dos Anéis”. “Once” é também o segundo álbum da banda que tem uma canção no idioma finlandês, “Kuolema Tekee Taiteilijan” (em Português: “A Morte Faz um Artista”). O álbum foi certificado como platino triplo na Finlândia, platino na Alemanha, ouro na Suécia e classificado em 1º nas paradas da Grécia, Noruega e Hungria. Depois de “Nemo”, os próximos singles foram: “Wish I Had an Angel” (parte da trilha sonora do filme “Alone in the Dark”), “Kuolema Tekee Taiteilijan” (lançado apenas na Finlândia e no Japão) e “The Siren”. Atrás do sucesso comercial, “Once” foi também bem aceito pela crítica, com muitas revisões (como Metalfan.nl e RockReport.be) fazendo comparações com “Oceanborn”.

O sucesso do álbum permitiu que a turnê “Once World Tour” fosse para muitos países até então nunca visitados pela banda. Em Helsinque, abrindo a cerimônia do Campeonato Mundial Atlético de 2005, a banda realizou uma performance que sacramentou a grande aclamação que a banda obteve à época.

Uma coletânea (“Best of”) foi lançada em setembro de 2005, contendo canções de toda sua discografia. A compilação foi intitulada “Highest Hopes” e contém um cover da canção do Pink Floyd, “High Hopes” (do álbum “The Division Bell”).

A canção foi a primeira gravação ao vivo que Marco Hietala fez como vocalista. Além de “High Hopes”, uma nova versão de “Sleeping Sun” (de “Oceanborn”) foi introduzida no álbum, que foi lançada novamente como single. Um novo videoclipe foi gravado, com uma batalha medieval.

Depois da gravação do último show da tour de “Once”, em 21 de outubro de 2005, para o novo DVD ao vivo, “End of an Era” (lançado em 2 de junho de 2006), os quatro membros do Nightwish decidiram que seria melhor continuar com a banda sem Tarja Turunen, em sentimentos expressados através de uma carta aberta. Isto ocorreu pelo fato de os demais integrantes sentirem que o marido e empresário de Tarja, Marcelo Cabuli, tinha interesse em mudar a filosofia da banda e modificá-la para o interesse comercial. Tuomas Holopainen enviou uma carta para Tarja Turunen, que foi publicada mais tarde no website oficial da banda.

No início de 2006, todos os membros masculinos se envolveram em seus próprios projetos musicais. Tuomas Holopainen começou a escrever as canções para um novo álbum, Marco Hietala gravou o álbum “Crows Fly Black” com o Tarot, e Erno Vuorinen fez alguns shows com o Brother Firetribe. Jukka ocupou-se de resolver alguns assuntos pessoais.

Em setembro de 2006, a banda começa a produzir seu novo álbum, usando sons de teclado, bateria, guitarra, baixo e orquestras. Para que todos tivessem uma noção da versão final, Marco cantou algumas das canções já prontas, a maioria em B-Side e em versões Demo. Todas essas versões originais foram lançadas na coletânea “The Sound of Nightwish Reborn”, em 2008.

Para encontrar uma nova vocalista, o grupo anunciou em seu website oficial que as interessadas deviam mandar uma fita ou CD demonstrando suas vozes, e dentre elas seria escolhida a nova vocalista. Durante esse período houve muita especulação sobre a escolhida: houve rumores de que Sarah Brightman era a principal opção, e esse rumor foi popularizado pela revista “Terrorizer”. Também circulou o boato de que a escolhida seria Vibeke Stene, ex-vocalista da banda Tristania. Em resposta, o grupo pediu aos fãs que não acreditassem em informações não divulgadas pela própria banda.

As audições terminaram em janeiro de 2007, e nessa época, os primeiros shows começaram a ser agendados, nos Estados Unidos e no Canadá. Em 24 de maio daquele ano, foi finalmente anunciada a identidade da sucessora de Tarja Turunen, a sueca Anette Olzon, ex-vocalista da banda Alyson Avenue. Tuomas mencionou em algumas entrevistas que se preocupou com o sigilo, pois não queria que os fãs julgassem Anette por seus trabalhos passados.

Foi então que, em 26 de setembro de 2007, a banda lançou seu novo álbum, “Dark Passion Play”, que possui 5 singles: “Eva”, lançado em 25 de maio de 2007, “Amaranth”, lançado em 22 de agosto, “Erämaan Viimeinen”, lançado em 5 de dezembro de 2007, “Bye Bye Beautiful”, lançado em 15 de fevereiro de 2008 e “The Islander”, lançado em 21 de maio de 2008. O álbum como um todo recebeu muitos elogios da crítica especializada e agradou aos fãs, apreensivos desde a saída de Tarja Turunen.

O primeiro concerto oficial da turnê “Dark Passion Play World Tour” ocorreu em Tel Aviv, Israel, em 6 de outubro de 2007, foi o primeiro show com Anette e o primeiro em solo israelita. Em seguida, a banda iniciou uma turnê norte-americana de 23 shows, 21 nos Estados Unidos e 2 no Canadá. Anteriormente, a banda apresentou-se não oficialmente com o nome de Sushi Patrol, suposto Nightwish cover, na Finlândia.

A banda iniciou 2008 excursionando por China e Japão, e depois Austrália. A turnê contou com dezenas de datas na Europa, onde a banda tocou em grandes áreas como o “Ice Hall”, na Finlândia, e a “Lotto Arena”, na Bélgica, ambos os shows com ingressos esgotados. Essa parte da turnê permitiu que a banda se apresentasse nos maiores festivais da Europa, como o “Wacken”, na Alemanha, o “Exit”, na Sérvia, e o “Tuska”, na Finlândia. A apresentação da banda no “Rock am Ring Festival” foi interferida por quedas de energia no palco, que aconteceram duas vezes; segundo Tuomas, este foi um dos piores acontecimentos da turnê. A passagem por Portugal teve dois shows, um em Porto, em 18 de abril, e na capital Lisboa, no dia seguinte.

Em novembro de 2008 a banda chegou à América do Sul. A passagem pelo Brasil foi chamada de “Brazilian Passion Play” e contou com shows em Curitiba, Brasília, Belo Horizonte, Manaus, São Paulo (duas apresentações), Fortaleza, Vila Velha, Salvador, Recife e Rio de Janeiro. O show em Belo Horizonte foi cortado pela metade, pois durante a canção “The Poet and the Pendulum”, Anette Olzon deixou o palco e não retornou. Os outros membros ainda tocaram mais duas músicas e depois se retiraram. Anette explicou que se retirou por ter se intoxicado com a fumaça do palco e começou a sentir que estava perdendo a voz. A turnê sul-americana ainda passou por Buenos Aires, na Argentina, e Santiago, no Chile.

Após o show no Chile, iniciaram uma pausa de 3 meses para que todos pudessem descansar. A pausa acabou em 11 de março de 2009, com um show em Londres, Inglaterra. Essa segunda parte da turnê foi apelidada de ‘’Deja Vu Tour’’ e já foi completamente agendada. Em 15 de março, a banda realizou um show em Rotterdam, na Holanda, para mais 10 mil pessoas na “Ahoy Arena”. O último show da turnê ocorreu em 19 de setembro de 2009, no “Hartwall Areena”, em Helsinque, Finlândia.

No dia 1 de outubro de 2012, via uma postagem no Facebook, a banda comunicou o desligamento de Anette Olzon sem dar um motivo concreto, apenas declarando que “a direção e as necessidades da banda e da vocalista estavam em conflito, e isso levou a uma divisão da qual a banda não pode se recuperar”. Nesse mesmo comunicado, foi anunciada a entrada de Floor Jansen (ex After Forever e ReVamp) como substituta de Anette durante os shows da Imaginaerum World Tour a partir daquela data.
FONTE: LAST FM

Nightwish é uma das maiores bandas de Rock do Mundo em tudo, renda, turnês, vendas, público, entre outras coisas. muitos criticam o Tuomas por trocar tanto de vocalista, mas o cara é um gênio, não é qualquer banda de um país pequeno que consegue fazer tanto sucesso, vendendo mais de 8 milhões de cópias estando em uma gravadora de porte médio, apenas Iron Maiden conseguiu isso nos tempos de Sanctuary Records, e agora Nightwish com a Nuclear Blast Records. Floor Jansen pode não ser tão boa quanto Tarja Turunen, mas combinou muito com o Nightwish sendo melhor que Anette Olson. Floor Janses já é bem conhecida dentro do Heavy Metal nos tempos de After Forever.

http://nightwish.com/
[endtext]

5 comentários:

Gamer disse...

sem duvida a melhor banda que ja ouvi!!

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

Essa banda é mto chata! Rock era pra ser divertido, não essa encheção de saco.

Marco disse...

forró é bem divertido.

Guilherme Augusto disse...

A voz da vocal ficou muito baixa nesse vídeo :( mas ela é linda e tem muito talento para assumir esse cargo tão ameaçado pela própria banda...

KGeo disse...

gostei muuuuito da musica

Postar um comentário

 
Real Time Analytics